sexta-feira, 13 de maio de 2011

A real história das Bruxas



Em nossa machista sociedade atual, sempre que se fala em "bruxa", logo se imagina uma senhora caquética, com nariz grande e verruga na ponta, com um olhar maligno e risada macabra. As bruxas seriam pessoas invejosas, cujo principal objetivo de vida seria fazer feitiços contra todos, sendo seu alvo principal lindas donzelas virgens de aparência imaculada.

Mas a história verdadeira é muito, muito diferente. E eu estava ansioso para comentá-la no blog.

A real história das Bruxas

Na verdade, as bruxas eram lindas mulheres, atraentes, sábias detentoras de conhecimentos sobre a natureza e, possivelmente, magia.Dominavam o uso medicinal das plantas. Eram enfim, verdadeiras cientistas fêmeas, sendo que à época de sua existência, não havia divisão entre a ciência e a fé. Eram uma coisa só.

As pessoas comuns hoje acreditam que havia bruxas boas e más, dividindo-as entre as que praticavam a magia branca e a magia negra. Essa idéia não faz nenhum sentido, pois sua crença não se fundamentava na existência do bem e do mal. Para as bruxas, toda magia era cinza.

As bruxas foram implacavelmente caçadas durante a inquisição na Idade Média. Um dos métodos usados pelos inquisidores para identificar uma bruxa nos julgamentos do "santo ofício" consistia na comparação do peso da ré com o peso de uma bíblia gigante. Aquelas que fossem mais leves eram consideradas bruxas, pois dizia-se que as bruxas adquiriam uma leveza sobrenatural (o que, na minha opinião, faz sentido - uma bruxa ser uma pessoa de leveza sobrenatural, tão diferente das pesadas consciências dos religiosos hipócritas).

O motivo pelo qual a igreja caçava as bruxas é bastante óbvio. Ora, que sociedade patriarcal toleraria mulheres independentes, inteligentes, donas de terras e de seus narizes? Alguma mentira tinha que ser inventada com o objetivo de pôr fim ao "mau exemplo".

Assim, a igreja cometeu um verdadeiro genocídio, um verdadeiro holocausto (pois as bruxas eram torturadas e queimadas vivas), motivado por intolerância religiosa e de gênero, mas isso não é contado nos livros escolares.

O que importa disso, enfim, é o bom exemplo e o legado que elas deixaram, que deve ser admirado, seguido, lembrado e divulgado, pois eram um modelo maravilhoso para as mulheres do mundo inteiro, que deveriam pesquisar mais sobre sua história a fim de conhecer um pouco de sua filosofia.

As bruxas eram, enfim, mulheres livres.


8 comentários:

  1. Não é à toa que nasci no dia 31/10...

    ResponderExcluir
  2. boa noite
    A religião da bruxaria tradicional foi a religião que mais padeceu em todos os tempos.
    A igreja sempre fez de tudo para acabar com ela , desde dos tempos de jose arimateia.

    Selma
    http://3fasesdalua.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. nossa, muito muito bom seu post!
    poucas pessoas tem conhecimento do assunto,
    ainda existe muito preconceito.
    http://www.wicca-templodasdeusas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá! Eu sei que esse post é antigo, mais eu queria dizer que sempre acreditei que bruxas eram mulheres lindas, e vc não sabe o quando esse seu post salvou a minha vida, pois ninguém acreditava em mim, e agora tenho como comprovar *-*

    Muito obrigada mesmo seu blog é muito lindo *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi meu nome é emerson ,eu estava atras dessa historia eu tinha lido sbre essa real historia mais n encontrei mais ,ai dei de cara com seu post. eu acredito que bruxas eram boa mulhers. mais mim explica e essa bruxaria de magia negra que exist hj.

      Excluir
    2. eu acredito que não existe magia branca ou negra, apenas magia, imagina a magia como uma energia e a bruxa como sua condutora, se a energia vai servir para ligar um eletrodoméstico ou dar choque em alguém depende apenas de que ta conduzindo essa energia.

      Excluir